Notícias

 

Mobilização para uma melhor capacidade de leitura para crianças em Moçambique

2021-10-06

O Dia Mundial do Professor é terça-feira, 5 de Outubro de 2021! Em celebração de todos os professores dedicados em todo o mundo, durante o mês de Outubro, Planet Aid irá destacar uma série de projectos educacionais notáveis implementados pelos nossos parceiros locais em todo o mundo. Começaremos em Moçambique, localizado na África Subsaariana e com um projecto denominado Apoiar a Ler!


Em inglês, o termo português "apoiar a ler" significa "apoio à leitura". Este apoio é significativo considerando que apenas um pouco mais de um terço das crianças desta região atingem um nível básico de leitura antes de saírem da escola. O projecto, liderado pela organização local ADPP Moçambique e financiado pela Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID) está a trabalhar no sentido de proporcionar uma melhor qualidade de educação em 750 escolas primárias na Província de Nampula, no norte de Moçambique.

IMG 9315

A situação das crianças em Moçambique é um desafio. Moçambique registou um aumento significativo de matrículas em escolas primárias na última década. No entanto, a qualidade e a melhoria da aprendizagem têm ficado para trás. A pobreza e o VIH & SIDA estão a alimentar um aumento no número de crianças órfãs. De acordo com o artigo da UNICEF’s sobre a protecção da criança em Moçambique, existem aproximadamente 2 milhões de órfãos no país. Além disso, outros 700.000 estão em risco de abandono, "devido à velhice dos seus cuidadores, ao HIV na família e/ou à deterioração das circunstâncias sócio-económicas". Nestes e noutros casos, muitas crianças entram cedo na força de trabalho a fim de sobreviverem.

O Borgen Project diz: "A pobreza é um grande contribuinte para os padrões de educação, tantas crianças como os 14 anos têm de trabalhar em vez de ir à escola. As crianças têm de ganhar dinheiro para as suas famílias, uma vez que os recursos podem ser tão escassos". Além disso, as raparigas tendem a desistir da escola numa idade precoce para casar e começar as suas próprias famílias. Segundo a USAID, "Enquanto 94 por cento das raparigas em Moçambique se matriculam na escola primária, mais de metade desiste até ao quinto ano, apenas 11% continuam na escola secundária, e apenas 1% continuam na faculdade. Entre as crianças que terminam a escola primária, quase dois terços deixam o sistema sem conhecimentos básicos de leitura, escrita e matemática.

No entanto, a ADPP Moçambique está a liderar o caminho com o projecto Support Reading! A organização está a criar consciência sobre a importância do acesso precoce à aprendizagem das línguas locais (para a leitura, escrita e matemática). Além disso, a ADPP aborda a desigualdade de género na educação, a violência baseada no género e a prevenção do casamento precoce. Todos são tópicos sociais desafiantes.

O projecto Apoiar a Ler! começou em Julho de 2020 com a missão de encorajar pais e cuidadores a assumirem um papel mais significativo na escolarização dos seus filhos, ao mesmo tempo que mobiliza a comunidade e as principais partes interessadas locais de forma mais ampla para criar um ambiente escolar seguro e de apoio às crianças. . O projecto continuará até 2023, com o objectivo de atingir cerca de 350.000 crianças, 700.000 membros da família das crianças beneficiárias, 7.500 líderes comunitários, 12.000 professores e 3.750 voluntários na comunidade "Apaixonados pela Aprendizagem".


No final do primeiro ano e após o início das actividades do projecto, os resultados são positivos. O conjunto de actividades realizadas reflecte de forma abrangente os objectivos do plano anual de actividades. Os apaixonados mobilizadores comunitários estão agora a desempenhar um papel muito necessário, levando o projecto até às comunidades. São responsáveis pela mobilização e envolvimento dos pais, tutores e líderes locais.


Graças às acções de mobilização comunitária: visitas domiciliárias, promoção de canções, clubes de leitura e conversas com pais e tutores - os participantes no programa olham para a educação dos seus filhos de uma forma diferente...
Felismina Mendonça, mãe e guardiã da escola primária "EPC Nhotua do Mirotti disse: "Estou muito feliz por fazer parte do Conselho Escolar e, ao mesmo tempo, participar nas conversações que o projecto Apoiar a Ler!tem vindo a promover na nossa comunidade. Agora estamos mais claros sobre o nosso papel na aprendizagem dos nossos filhos". Antes, não sentia que podia fazer a diferença na educação do meu filho, mas agora o meu papel é claro", diz ela.

Felismina Mendonça, mãe e tutora da escola primária "EPCNhotua of the Mirotti disse: "Estou muito feliz por fazer parte do Conselho Escolar e ao mesmo tempo participar nas palestras que o projecto Apoiar a Ler!tem vindo a promover na nossa comunidade. Agora estamos mais esclarecidos sobre o nosso papel na aprendizagem dos nossos filhos". Antes, não sentia que podia fazer a diferença na educação do meu filho, mas agora o meu papel é claro", diz ela.
O apoio do projecto estende-se a líderes educacionais como Marques Macama, Presidente da Direcção da escola primária "Completa de Nhotuana". Ele concorda que a ligação entre a comunidade e a escola melhorou a qualidade da educação das crianças.


Macama afirma: "Trabalhamos em estreita colaboração com a escola com o objectivo único de apoiar todas as crianças que permanecem na escola e aprendem a ler". Macama acrescenta: "Temos reuniões de consulta com a própria escola onde analisamos as listas de frequência dos alunos. Uma vez identificado o desaparecimento de um aluno, localizamos a criança e trabalhamos no sentido de a devolver à escola. Não tem sido um trabalho fácil, mas pouco a pouco vamos obtendo a aceitação de quase todos os pais".


A aceitação do projecto Apoiar a Ler! levou a uma mudança global de comportamento ligada à educação das crianças na província de Nampula. Este é provavelmente o objectivo mais importante a sustentar. Para mais informações sobre o projecto Apoiar a Ler!, visite o website da ADPP Moçambique.

Este artigo foi escrito em parceria com a  Planet Aid

 

Mais Notícias

2024-04-19
O Instituto Superior de Educação e Tecnologia (ISET One-World), realizou no passado dia 12 de Abril, nas suas instalações localizadas no distrito de Namaacha, Posto de Admnistrativo de Changalane, a sua XIIIcerimónia de graduação, colocando no mercado de trabalho quarenta novos quadros superiores com graus de licenciatura e mestrado.
2022-02-09
Decorreu no passado 1 de Fevereiro, nas instalações do Millennium bim,  em Maputo,  a cerimónia de assinatura de um protocolo entre a ADPP Moçambique, representado pela Birgit Holm, Directora Executiva, e o Millennium bim, representado pelo Administrador Executivo, Albino Andrade, que prevê apoio financeiro à Escola de Professores do Futuro de Chimoio (EPF Chimoio) durante um período de três anos.
2020-06-29
Com o tema “Melhorar a detecção de casos de HIV e o início do tratamento entre as mulheres trabalhadoras do sexo-MTS em Moçambique: Resultados de um projecto nas províncias do Niassa, Gaza e Zambézia” , a ADPP vai levar aos participantes da Conferência, o sucesso que está a ter na implementação do projecto PASSOS, implementado em colaboração com o FHI360 e financiado pela Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional, USAID.