• Home
  • Latest News
  • “Há melhorias na vida dos camponeses e os membros dos clubes de agricultores”

“Há melhorias na vida dos camponeses e os membros dos clubes de agricultores”

FC Closing project 1Encerrou esta semana o projecto Clube de Agricultores, uma iniciativa da ADPP financiada pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros da Finlândia. Falando no acto de encerramento do projecto, a directora Executiva da ADPP, Birgit Holm, considerou que houveram melhorias significativas na vida dos camponeses e agricultores.

Mesmo com muitos obstáculos, entre eles desastres naturais, os efeitos das cheias em 2015, a seca em 2016 e 2017 e a instabilidade em algumas zonas como Maringue e na estrada que vai a Caia também em 2016 a 2017, podemos ver bastantes melhorias na vida dos camponeses e os membros dos clubes”- disse.

De acordo com a Directora Geral da ADPP, estão criadas bases para que os agricultores beneficiários do projecto ora terminado prossigam com as suas actividades sem qualquer apoio.

Eles agora tem experiencias que faz com que possam continuar aumentar a sua produção familiar cada vez mais, vão poder vender os produtos como gergelim, feijão bóer, cebola e outros produtos da cadeia de valor, para obter mais lucros e continuar a melhorar as suas vidas. As infraestruturas de sistemas de irrigação e de armazéns e celeiros são permanentes e vão beneficiar os clubes no futuro.”- explicou.

Por sua vez, o Governador da Província da Zambézia, Abdul Razak, disse que o Projecto Clube de Agricultores para além da agricultura e segurança alimentar, se focalizou em questões como a Saúde, Educação, Saneamento e outras áreas que contribuem para o desenvolvimento do capital humano.

FC Closing project Finnish Ambassador

Entretanto, a embaixadora da Finlândia, Laura Torvinen, falando sobre a abordagem do projecto, disse que as mudanças climáticas impõem novos desafios na agricultura, por isso, deve-se apostar na agricultura de conservação, culturas resistentes à seca e armazenamento de sementes.

Por seu turno, os agricultores mostram-se bastante satisfeitos com os resultados do Projecto Clube de Agricultores pois, segundo contam, a sua produção melhorou de forma significativa e inclusive, reduzido a fome. Aliás, 3 dos 4 distritos abrangidos pelo Projecto Clube de Agricultores em Sofala e na Zambézia reduziram o número de meses de fome de 4 para 0.

Para garantir maior produtividade, o projecto ofereceu 24 Sistemas de irrigação de pequena escala e construiu 292 poços com bombas à corda que permitiram diversificar as culturas e introduzir o cultivo de hortícolas, reduzir os riscos de perdas de culturas devido a escassez de chuva e fornecer água para consumo doméstico.

Igualmente, construiu 4,075 celeiros familiares, 15 armazéns comuns, 20 moageiras que permitiram reduzir as perdas pós-colheita dos agricultores participantes até pouco mais de 10%, bem como as distâncias para o processamento da produção. Isto resultou no aumento da disponibilidade de alimentos nos celeiros tendo passado de um intervalo de 2-3 meses para um intervalo entre 9-12 meses.

Até ao fim do mês de Novembro, 14,769 agricultores terão recebido os DUATS das suas terras através de uma iniciativa do projecto Clube de Agricultores e o seu parceiro, o Ministério dos Negócios Estrangeiros da Finlândia.

Dado o reconhecimento de que os conflitos de terra são uma realidade, o projeto procurou reduzi-los promovendo o acesso aos DUATs. Tradicionalmente, os agricultores usam suas terras familiares sem registro oficial. Possibilidades de expropriação e disputas são enormes em cenários de falta de registro oficial”, informa a ADPP.

No âmbito da componente de literacia do projecto Clube de Agricultores, 6,066 Mulheres e homens foram envolvidos no programa de educação de adultos e hoje podem realizar cálculos básicos, ler informações sobre preços de produtos agrícolas.

Refira-se que ao longo dos 4 anos de implementação do Projecto Clube de Agricultores, grandes resultados foram alcançados, entre os quais se destacam a criação de 312 clubes, compostos por 45 a 50 membros cada, para os quais a ADPP forneceu treinamento e assistência técnica através de sua rede de Instrutores Agrários.